Loja


Medalha 4.000 Réis

34 em estoque

Descrição

Após o descobrimento do Brasil, a circulação monetária não se verificou de imediato. As atividades comerciais, que se iniciaram logo nos primeiros anos com a extração, comércio e exportação de pau-brasil, peles e animais nativos, prescindiam desse sistema de troca. Somente no século XVI se intensificaria a circulação de moedas no Brasil Colônia.

Com a invasão Holandesa e a União Ibérica, que significou o domínio espanhol sobre Portugal, ambas no século XVI, instalou-se um caos monetário na colônia brasileira. Apesar da multiplicidade de tipos de moeda, o meio circulante no Brasil não era suficiente para atender às necessidades de pagamento. Nesse período eram frequentes os aumentos e rebaixamentos nos valores das moedas, remarcações, proibições, recolhimentos, fundições, o que causou grande dificuldade de pagamentos e inibiu o comércio. A percepção geral, tanto na metrópole como na colônia, era de que a escassez de numerário prejudicava a atividade econômica e, portanto, contribuía para reduzir a arrecadação de impostos.

Numa tentativa de solucionar esse caos monetário foi criada, em 1694, a Casa da Moeda no Brasil, no reinado de D. Pedro II de Portugal (1683-1706). Em oito de março, inaugura-se, em Salvador, na Bahia, a primeira Casa da Moeda no Brasil destinada a recunhar o meio circulante e fabricar moedas provinciais de ouro e prata.

As primeiras moedas, para uso exclusivo da Colônia, que foram cunhadas entre 1695 e 1698, eram de ouro, nos valores de 4.000, 2.000 e 1.000 réis, denominadas moeda, meia moeda e quarto de moeda ou, vulgarmente, quartinho. No mesmo período foram cunhados os valores de 20, 40, 80, 160, 320 e 640 Réis em prata.

A moeda de 4 mil réis foi cunhada em ouro em 1695. Para celebrar a passagem desses 325 anos, a Casa da Moeda está lançando essa medalha em ouro, ativo financeiro, com edição limitada a 325 unidades, inspirada na moeda de 4 mil réis.

Descrição:

A medalha faz homenagem à primeira moeda cunhada pela Casa da Moeda do Brasil em 1695.

O reverso da medalha traz a mesma arte da moeda homenageada:
Ao centro em destaque o escudo das armas de D. Pedro II e a coroa, à esquerda o valor facial de 4000 Réis e à direita os florões. Acompanhando a orla encontra-se a legenda “PETRVS.II.DG.PORTVG.REX”

O Anverso mantém a legenda da moeda homenageada acompanhando a orla “ET.BRASILAE.DOMINVS.ANNO.1695”. Ao centro apresentam-se a marca da Casa da Moeda, a era 2020 e a referência do ouro “Au 999” e seu peso “¼ oz”. Há ainda numeração a laser com a referência da tiragem total de peças.

Características:

Espécie: Ouro

Diâmetro: 22mm

Peso: ¼ Oz -0 +0,04g

Título: 999

Criação: Marise Ferreira

Modelagem: Monique Porto

Tiragem Limitada: 325

Informação adicional

Peso 112 g
Dimensões 10 × 10 × 10 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Medalha 4.000 Réis”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *